sábado, 27 de abril de 2013

Sonhe!



Quando amadurece percebe que o cavalo (que não precisa mais ser branco), ganha um motor e quatro rodas, a princesa não precisa mais ser tão perfeita e muito menos morar tão longe, afinal, isso o faria gastar mais gasolina.

Com o passar do tempo, aquele “final feliz” que lhe foi ensinado na infância, aparenta cada vez mais ser um conto de fadas para criança dormir. E conforme os fios brancos em sua cabeça aparecem, você percebe que deixou leides, princesas e até rainhas passarem pela sua vida.
Percebe que a procura da perfeição o cegou, e diferente de Romeu, você está sozinho.

E é durante a noite que seus sonhos retornam, você se recorda de ideologias e metas que foram traçadas, lembra-se de quando sonhos alimentavam sua alma e incentivavam o desejo de “quero mais”; e percebe, que o final feliz é escrito por cada um nos pequeno detalhe da vida. E você escreveu seu final. Um final sem nada depois.



sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

O futuro é duvidoso...

 Dois grandes amigos afastados por causa do tempo se reencontram, não por que um deles sentiu saudades e telefonou, ou por que se contactaram via internet, simplesmente se encontram. Sem esbarrões, sem trocas de olhares antes do primeiro “oi”, um simples encontro não programado que terminou em uma conversa a base de sorvete em um banco de shopping.
Estranho. Não existe palavra que defina melhor essa situação. Na realidade, já não se sabe se estranho é a ocasião, ou o sentimento que se aflorou.
Aquela menina com olhar singelo e sorriso meia boca; cresceu! O rapazinho com rosto cheio de espinhas e olhar levado; amadureceu!
Esse mesmo encontro há 5 anos atrás seria repleto de brincadeiras, palhaçadas e conversas sem sentido. Mas agora, é nada mais nada menos, que um homem e uma mulher com vidas totalmente distintas, com ciclos de amizades opostos, com situações de vividas incompatíveis, que por ironia, brincadeira ou até mesmo “sacanagem” do destino se reencontram.
As trocas de olhares ultrapassam o imaginário, nada composto de malícia ou segundas intenções, são simples recordações de momentos banais que ficaram guardados dentro daqueles corações com tanta intensidade, que os fez perceber que aquele passado não é tão distante ao ponto de poder ser esquecido.
Pode ser que as vidas deles nunca mais se cruzem, pode ser que a troca de telefones no fim da conversa não tenha passado de um ato de socialização, pode ser que jamais descubram se realmente se afastaram por causa do tempo, ou se foi por uma mistura de desleixo com orgulho.
Mas existe uma coisa que eles com certeza saberão, o poeta estava certo “o futuro é duvidoso”, talvez eles nunca se imaginariam naquele banco à 5 anos atrás, e possivelmente não pretendem se reencontrar lá daqui alguns anos. Mas essa é a vida.É daí que vem o prazer do incerto, o prazer de poder traçar um caminho e segui-lo na certeza de que “coisas” aconteceram no trajeto; algumas boas, outras ruins, e terá aquelas que servirão “apenas” para te lembrar que os bons tempos vividos jamais podem ser esquecidos e que nunca é tarde para recomeçar uma velha amizade.

Baseado em uma história real.

terça-feira, 10 de julho de 2012

Ciclos Eternos

http://caixapretafc.files.wordpress.com/2010/10/pedindo-esmola.jpg 
 

A eloquente vida de pessoas que passam despercebidas diariamente por nós já foi tratado da bíblia à constituição; contudo a existência das ditas cujas continuam fantasmagoricamente assoladas em becos e extremidades escuras das cidades. 
O que fazer?
Abaixar a cabeça e se esconder dentro da própria mente aparenta ser a melhor solução, não se misturar com tais seres desumanos é a resposta para todas as perguntas. Simplesmente ignorar e fazer com que o subconsciente não se recorde daquele momento constrangedor em que uma pequena mão solicitava algumas moedas.
Que mão? Não sei, o subconsciente já começou a trabalhar.
Frequentemente o caminho de casa para o trabalho se torna um verdadeiro labirinto, onde desviar para esquerda culminará em tropeçar na perna, ou melhor, na muleta de um aleijado vendedor de balas, e desviar para direita... você não irá desviar para direita; afinal, é preferível continuar seu trajeto atrás de uma idosa que não se aguenta em pé, do que aturar aqueles engraxates mirins, tentando limpar seu sapato com aquela pseudo graxa feita de óleo jogado fora das oficinas.
A sociedade optou por tampar os olhos e ouvidos das crianças de uma realidade que os açoita diariamente, e quando seus pais estiverem ausentes, a soberba construída dentro de seus  pequenos corações se transformará em irá e angustia.Uma falsa sensação de impotência ao indagar o motivo da omissão, o fará perceber que até seus pais já estão de olhos lacrados e ouvidos cerrados, e perder tempo com pessoas que estão destinadas a ter um futuro sombrio está fora de cogitação.
Com o tempo aquele jovem que se rebelou contra todos e levantou placas em prol de uma sociedade digna e solidária, percebe que seus esforços são em vão e se cala. Não por alguns segundos ou minutos. Cala-se tempo suficiente para lembrar de tampar os olhos e ouvidos de seus sucessores, e reiniciar um ciclo eterno. Um ciclo de hipocrisias e manipulações onde a mão continuará estendida e a sociedade calada!

domingo, 12 de fevereiro de 2012

AHHHHHHHHHHHH o carnaval!

Fiquei muito tempo sem mexer nisso aqui, já nem sei muito bem como usar.. para falar a verdade nunca aprendi completamente.. mas tem um assunto q me fez retornar.. ah..
O CARNAVAL
Dezenas, centenas, milhares, MILHÕES de pessoas aglomeradas quase que umas em cima das outras (em alguns casos literalmente) num calor de 50 graus dispostas a sair andando atrás de um trio elétrico aonde todos em cima dele estão EXTREMAMENTE chapados e esperam que todos que os ouvem também fiquem...
AHHH O CARNAVAL...
Confusões, brigas, stress, brigas, bebedeira, brigas, já falei que tem muitas brigas?
AHHH O CARNAVAL.....
Qual intuito de uma pessoa ficar cantando e dançando aquelas musicas do tempo da onça?
Qual intuito de uma pessoa se deslocar do conforto da sua casa para uma multidão dessa?
Qual intuito das pessoas ficarem dançando e conversando com vááááários desconhecidos?
AHHHHHH O CARNAVAL..
A única data aonde pode- se ver crianças,velhos,adultos e adolescentes brincando e cantando sem se preocupar com a vida...
A única data aonde encontramos conhecidos esquecidos no tempo e relembramos na prática como é bom pular e cantar musicas sem sentido com aquelas pessoas..
A única data aonde as crianças se fantasiam de mulher e os pais tiram fotos todos orgulhos pela fantasia que a vóvó fez..
AHHHH O CARNAVAL.........
Tem brigas?
Quem nunca viu uma briga numa festa? Numa esquina? E até mesmo em festas familiares?!?
Tem bebedeira?
Não é por que vc não bebe que não pode se divertir.. terás que aturar algumas pessoas pisando no seu pé, e indo pedir desculpas te abraçando e beijando SEM MALDADE... com o unico intuito de deixar todos a sua volta felizes
AHHHHHHHHHHHH O CARNAVAL....
A única data aonde bêbados, sóbrios, travestis e homofônicos se unem para cantar
“mamãe eu quero, mamãe eu quero mamaaaaaar.. da a chupeta.. da a chupeta..."
VIVA O CARNAVAL! Se não gosta? Aja como as pessoas que não gostam de natal nem de festas juninas... FIQUEM EM CASA, FAZENDO CARINHO NO SEU GATO , TOMANDO SEU VINHO, VENDO LAGOA AZUL INÉDITO NA GLOBO =)

ps: foto do bloco do ingá, que acontecerá hoje aqui em niterói.

domingo, 11 de setembro de 2011

variedade religiosa

 


Quando paro para pensar na variedade de religiões que existem no mundo fico um tanto assustado, tantos dogmas! Tantos deveres! Tantos não fazeres! Tantas pessoas que pensão exatamente a mesma coisa e lutam continuamente uma contra as outras na intenção de provar quem está certo ou errado! Sendo que ESTÃO TODOS ERRADOS!
Certa vez o pastor Silas Malafaia num protesto que contava com o apoio de milhares de protestantes ele disse que deveriam se unir aos católicos contra o kit gay. Isso é esplêndido! Ele enxergou além da disputa religiosa, ele viu que quantidade não é sinônimo de qualidade!
Atualmente é difícil você cruzar dois quarteirões e não se deparar com pelo menos uma igreja. A principio isso deveria ser algo bom, afinal, se as igrejas estão ali é por que existe um público sedento de fé, por outro lado, será que dentro daqueles locais realmente está sendo pregado sobre a fé?
Se “em tese” toras as religiões cristãs tem como objetivo falar sobre a palavra de Deus, QUE É A MESMA, por que existem tantas denominações religiosas?
Sinceramente não sei responder a isso, mas me recordo de uma frase que um grande amigo disse: “eu não sei se o Bispo Macedo rouba, não sei se todos os pastores da universal são corruptos, mas de uma coisa eu sei, querendo ou não, dentro dessas igrejas é falado sobre Deus, ou seja, por mais que supostamente o intuito de lá seja conseguir dinheiro, as pessoas são salvas pelo simples fato de ouvir a respeito de Jesus Cristo e levarem a história dele para o dia-a-dia.
Hoje numa conversa com minha mãe eu disse uma frase que gostaria de compartilhar com vocês como forma de conclusão desse complexo assunto que é a variedade religiosa?
Não é a religião que temos que influência nossa personalidade, não é a religião que nos faz ser pessoas boas ou ruins, não é a igreja X ou Y que nos levar para o lado de Deus. E sim O TAMANHO DA NOSSA FÉ.
 

terça-feira, 19 de julho de 2011

drogas X realidade

 http://3.bp.blogspot.com/_fGPhsHPMjAk/SlAr6wLx0oI/AAAAAAAAANA/5Da7HFL52BU/s400/cocaina.jpg


 Em questões de segundos uma nota de um dólar é enrolada e fica parecida com um canudo, a similaridade não é um acaso.
Aquela linda mesa de vidro que foi limpada com todo amor e carinho pela sua falecida mãe, está suja! Não de poeira nem de lama, e sim de alguma coisa que não ficará ali por muito tempo.
Como uma orquestra sinfônica a “sujeira” da mesa começa a tomar forma, e varias carreiras se formam a espera de um maestro. Sem pensar duas vezes você começa a conduzir aquele novo ritmo, um ritmo envolvente que certamente reescreverá a trilha sonora de sua vida.
Diferente de tudo que você já experimentou, a sensação de liberdade vem a mente, numa sociedade com paradigmas infundados e leis contraditórias você se vê capaz de fazer TUDO. Qualquer coisa! Inclusive compra mais daquele milagroso pó. Afinal, a mesa já está vazia de novo.
Depois de se preparar para virar mais uma vez um peter pan na terra do nunca, uma coisa estranha acontece, você se vê como um poeta da época do romantismo. Numa sociedade onde não existem príncipes encantados em cima de cavalos brancos, você se vê capaz de ir a torre mais alta e pedir que a rapunzel jogue suas tranças para que você mostre todo seu amor.
Repentinamente o telefone toca, é seu pai que voltou de uma longa viagem e está louco de saudade para te rever. Você simplesmente desliga o telefone sem nem mesmo atender, afinal, a curiosidade de qual será a nova sensação que aquele “remédio do Deuses” irá te proporcionar é maior do que a saudade de qualquer familiar.
Após “virar” o Batman, o Homem invisível, e até a mulher maravilha, você se recorda que amanhã terá que trabalhar, e pede para que seus mais novos melhores amigos vão embora, todos acham graça de terem se conhecido a algumas horas na fila do “mercado” e se retiram dizendo que qualquer coisa é só ligar.
Na manhã seguinte o despertador não foi o suficiente para te acordar, felizmente seu patrão acreditou na desculpa esfarrapada que inventou para justificar a falta.entretanto a ausência ao trabalho é o menor de seus problemas, sem saber o por quê uma ENORME depressão invade sua mente, como se fosse um choque de realidade, você pensa em ligar para seu pai, já que a saudade começa a te abater, mas antes resolve telefonar para um de seus mais novos amigos para tentar entender o que está passando em sua mente. Ele atende ao telefone perguntando quem é, e depois de você o lembrar da noite de ontem ele o chama para ir até a casa dele, que é próxima da sua.
Chegando lá você se da conta que não ligou para seu pai. Mas agora já é tarde, afinal aquele seu amigo disse q a melhor forma de se curar da depressão é fazendo uma nova “viagem”.
Um belo dia, após receber uma carta de demissão e um tempo um telefonema de algum hospital dizendo que seu pai estava com alguma coisa que não entendeu direito, você resolve fazer uma super festa para esfriar a cabeça. No auge da festa, quando a liga da justiça, os Xmen e o quarteto fantástico estavam todos reunidos, a campainha toca. Sem olhar no olho mágico você abre a porta e é surpreendido por uma equipe de policiais que invadem seu apartamento e levam todos presos.
Chegando a delegacia, o delegado faz uma pergunta que iria rasgar todas as partituras e quebrar todos os instrumentos musicais daquela louca vida sinfônica que você estava levando.
- Quem foi o organizador da festa?
No dia seguinte (após seus grandes amigos te entregarem) sua foto está em todos os jornais, você foi taxado como o maior traficante de sua região, sem ter espaço para se mexer solicita ao carcereiro que o permita fazer um telefonema. Sua agenda nunca esteve tão cheia de contatos, mas agora tardiamente, você enxerga que aqueles seus “eternos grandes amigos” são eternos enquanto dure aquele, que de milagroso e divino não tem absolutamente NADA.
O telefone de seu pai está desligado, então você liga para o hospital, após esperar um pouco a enfermeira o informa que a cerca de um mês seu pai faleceu. A realidade cai como uma pedra sobre sua cabeça, sem amigos e família suas lagrimas só confirmam um inevitável destino.
No meio daquele presídio super lotado, você consegue cortar seus pulsos com um pedaço de azulejo quebrado. As pessoas que dividiam a cela começaram a rir e festejar por terem mais um corpo para abusar e menos uma pessoa para lotar a cadeia.
De um filho amado com um emprego digno você se tornara mais uma estatística de alguém que tentou fugir da realidade e acabou dando de cara com ela DA PIOR FORMA.

terça-feira, 21 de junho de 2011

sua nação te merece?


 http://4.bp.blogspot.com/_9fHcPQ0aWIw/TOESAvFKBpI/AAAAAAAAEes/nH1IIDe-VtI/s400/primeira%2Bbandeira.png
(você queria que ainda fosse assim?)


É impossível falar de nacionalismo e não citar a nação americana como um todo. No dia da independência todos estados realmente param e prestigiam a nação que os acolhe nos momentos de maior dificuldade e lhe da prazer em dizer “ SOU AMERICANO
E você querido brasileiro/a, o que estava fazendo no ultimo 7 de setembro (para quem não sabe, esse é o dia da independência do Brasil).
Se esse fosse um texto americano, seria considerado um ultraje eu colocar entre parêntese qual fato ocorrera nessa data que marcou o milênio.Mas aqui é o Brasil né?
O ditado “sou brasileiro e não desisto nunca”, deveria ser :“sou brasileiro e não desisto nunca de tentar me tornar um americano
http://3.bp.blogspot.com/_e0O85IU7krI/TRMoCb3tt7I/AAAAAAAAD74/BhRWv_7BcDk/s1600/brasil-e-eua.jpgSe alguém te der uma passagem para ir a qualquer lugar dos E.U.A e uma para qualquer lugar do Brasil, qual que você escolheria?
Tachados de idiotas seriam aqueles q escolhessem o Brasil. Mas não ousem fazer essa mesma pergunta para os americanos, por que sem pensar duas vezes escolheriam na nação deles.
Alguém pode vir até mim e dizer : “mas é lógico! A América é 50 mil vezes melhor do que o Brasil
E eu lhe digo “ você está certo! É muito mais fácil fugir do que acolher sua nação nesse momento de dificuldade e dar o prazer à ela em dizer “ELES SÃO BRASILEIROS
São as pessoas que fazem a nação! Antes de ter orgulho em dizer que é patriota, faça sua pátria ter orgulho de você!